quinta-feira, 27 de outubro de 2016

'Sergio Lopes': Conheça a vida do poeta da música gospel

'Sergio Lopes': Conheça a vida do poeta da música gospel

Hoje, 27 de outubro, Sergio Lopes completa mais um ano de vida com muito sucesso na sua carreira musical.




Há anos, o cantor Sergio Lopes é considerado o poeta da música gospel. Mas você sabe como tudo começou? Quais são os versos que compõem a vida deste poeta? Descubra agora! Sergio Lopes nasceu em Campina Grande, na Paraíba, no dia 27 de outubro de 1964. Ele é filho do radialista Magidiel Lopes de Souza e de Maria das Mercês Lima de Souza. É o mais velho de cinco irmãos.

Hoje, 27 de outubro, Sergio Lopes completa mais um ano de vida com muito sucesso na sua carreira musicalO cantor se envolveu com o teatro no Colégio Estadual da Liberdade. Na mesma época, conheceu Alfrânio, um amigo com o qual passou a compartilhar poemas próprios e alguns de autoria dos poetas Augusto dos Anjos e Gonçalves Dias.

Magidiel, seu pai, também escrevia poemas românticos e os lia durante suas locuções nos programas noturnos nas rádios AM Cariri e Caturité. Na adolescência, Sergio estudou no Teatro Municipal de Campina Grande e teve sua primeira participação como ator na peça “Vestido de Noiva”, com direção da dramaturga Maria de Lourdes Capozolli.

O artista compõe desde novo, quando também cantava em um coral de jovens de uma igreja evangélica, da qual era integrante. Sua mãe morreu aos 35 anos e seu pai faleceu aos 46. Por este motivo, Sergio, anos mais tarde, se alistou na Marinha do Brasil com o objetivo de garantir sua sobrevivência e a continuação dos estudos.



Em 1978, inscreve uma peça de autoria própria na primeira edição do FENAE (Festival de Artes Evangélicas). A peça, que ganhou o nome de “Ananias e Safira”, foi premiada com o troféu de 1º lugar. Nesse período, criou o GTE (Grupo Teatral Evangélico), com sede em sua cidade natal.

Em 1980, por meio de um concurso, ingressou no Corpo de Fuzileiros Navais da Marinha de Natal (RN). Em 1982, foi transferido para o Rio de Janeiro, onde passou a morar definitivamente. No Rio, começou os estudos teóricos de música, estudando baixo elétrico com o professor Ronaldo Diamante.

Em 1983, criou o Grupo Teatral Evangélico do Rio de Janeiro e dirigiu uma peça intitulada “O Intruso dos Nossos Natais”, apresentada no Teatro Cacilda Becker (Botafogo). Em 1984, iniciou o curso de Direito da Universidade Santa Úrsula, no Rio, mas devido à agenda como cantor e às atividades na Marinha, só pode comparecer às aulas durante dois anos e teve de interrompê-lo.


Carreira musical e lançamentos


Em 1986, com a apresentação da música “Agora Posso Crer”, no I Festival Nacional de Música Sacra, realizado no Teatro Villa Lobos, em Copacabana, ganhou o troféu de 1º lugar. Estimulado por isso, participou da fundação do Grupo Altos Louvores, liderado por Edvaldo Novaes e gravou com o grupo o LP “Anseios”, pela gravadora Desperta Brasil, do Rio de Janeiro.
Em 1988, gravou o LP “Altos Louvores - Vol. III”, no qual continha a música “Para Onde Vão As Aves”. Por causa desta, recebeu da Rádio Melodia o Troféu de Melhor Música, ainda no mesmo ano.
Em 1989, gravou com o grupo o disco “Altos Louvores - Vol. IV”, que continha a música “Entre Nós Outra Vez”. Neste mesmo ano, decidiu voltar à faculdade e, depois de quatro anos de participação, deixou o grupo. Ao final de 1989, foi convidado pelas gravadoras Desperta Brasil e Som & Louvores para voltar a gravar, desta vez em carreira solo. Assim, resolveu fechar o primeiro contrato com a Som & Louvores. E novamente interrompeu o curso de Direito.


Em 1990, gravou o primeiro trabalho solo: “Nossos Dias”. Este foi lançado nacionalmente com eventos realizados simultaneamente no Rio, Porto Alegre (RS), Recife (PE), Brasília, Vitória (ES), Salvador (BA), Belém (PA), Manaus (AM) e outros, em uma turnê que se estendeu durante o primeiro semestre da década de 90. Neste mesmo período, surgiram as primeiras rádios FM evangélicas no Brasil, o que ajudou suas composições a ficarem conhecidas.

Em 1991, o segundo trabalho: “Libertação” e no ano de 1992: “O Amigo”. 1993: “Canaan”. 1994: “Sonhos”. Em 1995, deixou a Marinha para se dedicar integralmente à música. 1996: lançou “Vidas e Futuros”. No mesmo ano, lançou sua primeira coletânea, a Seleção de Ouro da Line Records. Em 1997, lançou seu sétimo CD, intitulado “O Sétimo”, também pela Line Records.

Em 1998, recebeu o Troféu Talento de “Música do Ano”, pela canção “O Lamento de Israel”, em Belo Horizonte (MG). Ainda em 1998, recebeu seu primeiro Disco de Ouro, pela vendagem de 100 mil cópias do CD “O Sétimo”. A entrega do prêmio concedido pela Sonopress foi exibida em rede nacional no programa de auditório de Raul Gil e no programa Gospel Line, da Rede Record. No segundo semestre do ano, foi lançado o CD “Noites e Momentos” (Line Records). 1999: lançou “A Fé” (Line Records).

2000: “Cánticos para El Alma” (Line Records), o primeiro em língua estrangeira. Em agosto do mesmo ano, foi lançado pela Zekap Gospel o CD “Sergio Lopes Ao Vivo”, que rendeu ao cantor o segundo Disco de Ouro da sua carreira. 2001: “Yeshua – O Nome Hebraico de Jesus” (Top Gospel). Recebeu Disco de Ouro três meses depois. 2003: “Gálatas” (Top Gospel). 2004: “Apocalipse - Cartas às 7 Igrejas”.

Julho de 2005: recebeu dois Discos de Ouro da gravadora Top Gospel, pelos CDs “Apocalipse - Cartas às 7 Igrejas” (Abril de 2004) e pelo “Lentilhas” (Maio de 2005), até então recém-lançado, que teve o mérito de ter sido o Disco de Ouro mais rápido da carreira, certificado em menos de três meses depois do lançamento. Setembro de 2005: CD/DVD “O Amor de Deus” (Art Gospel).

2007: “Getsêmani” (Art Gospel). No mesmo ano, reiniciou o curso de Direito, em Nova Friburgo, região serrana do RJ. Em 2008, foi o homenageado do ano no Troféu Talento em um evento no Credicard Hall, em SP. No mesmo ano, lançou o CD “Bethesda” (Art Gospel). 2009: “Sergio Lopes Acústico” (Art Gospel). Em 2011, retomou parceria com a Line Records e lançou o CD “A Melhor Escolha”.

2012: formou-se bacharel em Direito e no mesmo ano foi aprovado no IX Concurso Unificado da OAB, começando suas atividades como advogado. 2014: assinou com a Sony Music e lançou o CD “Coração Discípulo”, seu álbum mais recente.

Nossos sinceros parabéns a Sergio Lopes, o poeta da música gospel.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi, pessoal!
Coloque aqui o seu comentário.